AS CRIANÇAS NA ORGANIZAÇÃO FINANCEIRA FAMILIAR

Quando assunto é economia as crianças não podem ficar de fora, não é? Desde a infância é preciso ensinar a importância do dinheiro e a melhor forma de lidar com questões financeiras. Mas como podemos fazer isso de uma forma saudável e didática?

Nesse artigo você verá 5 dicas essenciais que irão te ajudar a incluir as crianças na organização financeira familiar. Confira: 

 

1 – Defina uma mesada 

 O primeiro passo para começar a educar o filhos financeiramente é estabelecer uma mesada. Ou seja, um dinheiro que será pago aos pequenos (por semana ou por mês) e que estará sempre atrelado a algumas obrigações como: boas notas na escola, pequenas tarefas serviços domésticos em casa. 

Dessa forma, desde cedo, aprenderão o valor do dinheiro e entenderão que é preciso oferecer algo em troca disso, nada vem de graça. Além disso, você pode começar a instigar o controle financeiro da mesada. Ou seja, incentivar as crianças a anotarem seus gastos, assim, ao final do mês fica mais fácil ver se houve ou não economia. 

 

2 – Mostre a organização financeira familiar

Para que as crianças aprendam de verdade, é importante colocá-las em contato com a realidade financeira da família. Por isso, mostre as contas mensais e, principalmente, a organização para pagá-las. Os pais são os modelos dos filhos, sendo assim, é importante que se moldem com base em costumes de organização das finanças. 

Revele todos os detalhes, cortes necessários, projetos que a família tem e a economia que precisam fazer para realizar esses planos., etc. 

3 – Deixe as crianças ajudarem no supermercado

O momento de fazer as compras do mês também pode ser sinônimo de aprendizado para os pequenos. Leve-os ao supermercado, mostre preços, compare valores, apresente os diferentes preços de um mesmo produto. Assim, as crianças começarãoá a formar uma visão mais crítica na hora de gastar o dinheiro. 

Conforme as crianças forem crescendo, vai se tornando um hábito o cuidado com gastos, comparação de preços e, assim, vão se adequando ao sistema familiar de planejamento financeiro. 

4 – Presenteie com jogos de finanças

Nada melhor do que aprender brincando! Além de aproximar os pequenos da finanças da vida real, que tal trazer ensinamentos para o universo das brincadeiras também? Presenteie seus filhos com jogos de temática financeira! 

 

Aqui vai algumas dicas:

 

 

 

5 – Dinheiro não é tudo

É importante dar uma base de planejamento financeiro para os pequenos, mas mais importante ainda é ensinar que dinheiro não é tudo na vida e que é possível sim, viver com consumo reduzido. 

Só assim eles conseguirão ver o real valor das coisas, não apenas preços. Com isso, conseguem desenvolver uma vida sem se preocupar tanto com o saldo bancário. 

E aí, gostou das dicas? Quer saber mais? Continue atento em nosso blog! 

 

Talvez você possa se interessar por:

organização financeira para comprar seu primeiro imóvel

 

FONTES 

https://blog.racon.com.br/planejamento-financeiro/educacao-financeira-infantil-habitos-que-os-pais-devem-estimular/ 

https://blog.racon.com.br/planejamento-financeiro/planejamento-financeiro-familiar-como-engajar-os-filhos-pequenos/ 

https://escoladainteligencia.com.br/educacao-financeira-para-criancas-e-adolescentes-como-desenvolver/